Última etapa do gasoduto Penedo-Arapiraca recebe ação de comunicação com comunidades

Por Isabela Souza,

Distribuidora de gás natural realizou as últimas visitas de comunicação preventiva sobre as obras do gasoduto em povoados de Arapiraca

Para assegurar melhor entendimento da população de Arapiraca sobre a segurança durante as obras do gasoduto Penedo-Arapiraca, a distribuidora alagoana de gás natural, a Algás, realizou as últimas visitas de comunicação preventiva aos bairros e povoados do município.

A etapa final da comunicação começou nos bairros de Santa Edwiges e Planalto, passando pelas imediações do Arapiraca Garden Shopping e do Grupo Coringa. De acordo com a Companhia, na região há grande quantidade de estabelecimentos comerciais e residenciais que precisam estar cientes das sinalizações e das medidas de segurança.

O objetivo da ação de comunicação da Algás foi conscientizar os moradores e os trabalhadores da região sobre a importância de manter uma distância segura das obras e respeitar as placas de sinalização. Além disso, a população foi comunicada sobre os benefícios do gás natural e sua contribuição para o desenvolvimento econômico da cidade com a interiorização do combustível.

Entre as vantagens da chegada do gás natural ao agreste alagoano, o diretor presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti, destaca a relevância desse projeto de infraestrutura a atração de novas indústrias para o interior de Alagoas, que poderão se instalar em pontos estratégicos da região e atrair maiores investimentos nesse segmento.

“O setor veicular, já beneficiado há mais de 10 anos em Arapiraca, também acabará se fortalecendo junto à economia de todo o interior alagoano, uma vez que em breve os postos de GNV da cidade receberão o combustível pela tubulação que passará na sua porta”, conclui.

Para cumprir a meta de interiorização no estado, a Algás concluirá no primeiro trimestre de 2018 as obras do gasoduto Penedo-Arapiraca. Conforme dados da Distribuidora, o gasoduto terá capacidade de fornecer 343 mil m³ de gás natural por dia numa extensão de 67 km, passando por alguns municípios do interior alagoano, incluindo Igreja Nova e São Sebastião.

 

Por Isabela Souza