Projeto “Coração de Estudante” promove 16ª campanha de 2019

Por Natália Figueiredo,

Com o apoio da Algás, o projeto já executou 15 campanhas proporcionando atendimento médico a mais de 600 crianças.

O “Coração de Estudante” é uma iniciativa da Fundação Cardiovascular de Alagoas que surgiu com o objetivo de reduzir a mortalidade infantil no estado. As ações são direcionadas a crianças de 0 a 5 anos, que recebem atendimento médico em escolas de educação infantil da rede pública de Maceió. Além disso, os responsáveis e funcionários das escolas também recebem orientações e treinamentos de primeiros socorros.

Sendo um dos quatro vencedores do Edital Algás Social 2018-2019, o projeto “Coração de Estudante”, além de atuar nas causas de cardiopatia congênita por meio do diagnóstico precoce e encaminhamento para tratamento, também visa à prevenção de acidentes infantis, por meio da conscientização e estímulo a adoção de medidas de segurança por parte de familiares, professores das instituições e das próprias crianças.

Para a distribuidora alagoana de gás natural, a Algás, a iniciativa desenvolvida pela Fundação Cardiovascular de Alagoas contribui para a conscientização de responsabilidade social no estado.

“Para nós, apoiar as ações do Projeto ‘Coração de Estudante’ é uma forma de valorizar os princípios da Companhia. Mas, principalmente, é muito gratificante contribuir com a saúde das crianças da rede pública de ensino. Iniciativas como essa são os primeiros passos para um futuro positivo”, destaca o diretor presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti.

O programa é formado por uma equipe de cardiologistas, cardiopediatras e cirurgiões cardiovasculares do Hospital do Coração de Alagoas (HCor), além de acadêmicos dos cursos de Medicina da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), Centro Universitário Unit e Centro Universitário Cesmac, que trabalham voluntariamente em prol do bem-estar de crianças.

Lucas Matheus estuda Medicina na Uncisal e participou da ação do projeto que ocorreu no dia 23 de agosto, no CMEI Mestra Virgínia, localizado no bairro do Rio Novo. De acordo com o estudante, esse tipo de iniciativa contribui muito, não apenas na formação dos universitários mas também pelo apoio que é dado à população.

“É muito proveitoso promover esses atendimentos. Os alunos gostam do projeto e até ajustam seus horários de aulas para participar do projeto, essa iniciativa contribui bastante em nossa formação, tanto na parte técnica quanto para estimular nosso lado humano”, contou Lucas.

Tatiana Moreira foi uma das mães que esteve presente na última ação do projeto e considera o treinamento de primeiros socorros um dos pontos fortes da campanha. “A parte que o médico ensina como ajudar a criança quando houver um engasgo pra mim foi indispensável. A minha irmã já teve um engasgo e não sabíamos o que fazer, tivemos que leva-la para a emergência às pressas e não fizemos os atendimentos prévios, por falta de informações”, relatou a mãe.

O projeto tem duas ações marcadas para o mês de setembro. A primeira campanha deverá ocorrer na sexta-feira do dia 20, no CMEI Vice Governador Francisco Mello (Cj Virgem dos Pobres I), situado no Vergel do Lago. E no dia 27, a ação ocorrerá no CMEI Mestre Izaldino, localizado no Pontal da Barra.