Gás natural é a energia de empreendimentos vencedores do Prêmio Master Ademi

Por Isabela Souza,

Aquecimento de água a gás natural já é uma realidade entre boa parte dos edifícios vencedores da 20ª edição do Prêmio

Em Alagoas, o gás natural vem se destacando cada vez mais no setor residencial. É por inúmeros benefícios, entre conforto, segurança e economia, que empreendimentos imobiliários optam pelo uso do combustível. Das categorias premiadas no Prêmio Master Ademi 2017, na última quinta-feira (30), 85% dos empreendimentos imobiliários verticais contam com as vantagens do gás natural.

O evento promovido pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi-AL) celebra o reconhecimento dos produtos imobiliários do estado e, na comemoração dos 20 anos de premiação, avaliou edifícios com critérios como inovações tecnológicas, proteção ao meio ambiente e responsabilidade social.

De acordo com a distribuidora de gás natural de Alagoas, a Algás, um dos aspectos em comum entre os principais vencedores do Prêmio Master Ademi é o uso do gás natural como solução energética. Além do sistema de cocção, uso no forno e fogão, presente na maioria dos vencedores, cinco empreendimentos imobiliários desfrutam também do aquecimento de água a gás natural, dentre eles, o Edifício Promenade, da Construtora Placic, o grande vencedor da noite.

Parceira e associada da Ademi, a Algás reafirma o incentivo à construção de empreendimentos mais inovadores e eficientes em Alagoas. “O gás natural apresenta vantagens substanciais sobre outras fontes de energia, como conforto, eficiência energética e economia”, afirma o gerente de marketing e comunicação da Algás, Felipe Guimarães.

Para a Distribuidora, as multifuncionalidades desse combustível não param por aí. “A versatilidade do gás natural e a sua praticidade acabam sendo o caminho para a uma solução energética cada vez mais usual no setor residencial da capital alagoana. Hoje em dia os melhores edifícios são lançados com soluções a gás natural para além da cocção”, conclui Felipe.

 

Foto: Felipe Brasil

Por Isabela Souza