Mostra Sururu de Cinema Alagoano tem início nesta quinta-feira (13)

Por Isabela Souza,

Contemplada pelo Edital Algás Social 2017-2018, nona edição do evento chega com novidades e busca continuar visibilidade à cena audiovisual alagoana

Considerada uma das principais janelas para apresentação de curtas-metragens produzidos em Alagoas, a IX Mostra Sururu de Cinema Alagoano tem início nesta quinta-feira (13), no Cine Arte Pajuçara, em Maceió, com programação até o próximo domingo (16).

De acordo com a produção do evento, a Associação Artística Saudáveis Subversivos, os filmes que compõem a seleção oficial da Mostra apresentam um cenário baseado na diversidade presente em Alagoas. Contemplada pelo Edital Algás Social 2017-2018, a iniciativa também é um momento de reconhecer os melhores trabalhos e, para isso, contará com premiações nas categorias de: melhor filme, Contribuição Artística, Contribuição Técnica, Melhor Performance, Olhar Crítico e melhor filme Júri Popular.

Junto com a exibição de curtas-metragens produzidos no estado, a Mostra também realiza oficinas e debates sobre a cadeia produtiva, linguagens e narrativas do cinema alagoano e sobre o panorama do cinema nordestino.

“É apostando na soma entre exibição, premiação, formação e debate que a Mostra Sururu pretende ampliar seus horizontes, diversificar seu público e se consolidar como a janela do cinema alagoano e uma das principais iniciativas do cinema nordestino”, declara a organização do evento.

Já na programação da Mostra Sururu Itinerante, que aconteceu no mês de outubro nos municípios de Penedo e Arapiraca como uma prévia da mostra principal, alunos de escolas públicas de cada cidade puderam apreciar montagens de gêneros como ficção, documentário, experimental e animação. As exibições foram realizadas em duas noites em cada município.

Programação

Nesta quinta-feira (13), a solenidade de abertura da IX Mostra Sururu de Cinema Alagoano contará com as primeiras sessões da Mostra Competitiva, um bate-papo com realizadores do evento e a apresentação do show Filme, de Cris Braun e Dinho Zampier.

Curtas-metragens como “Serrote”, fruto do projeto Navi nas Comunidades, também do Edital Algás Social, e de direção coletiva de estudantes da rede pública na comunidade Batingas, em Arapiraca, “Bravo”, “Parteiras”, “A Última Carta”, “Leve A’mar” e “A Porta” serão alguns filmes em exibição ao longo do evento.

Para conferir a programação completa e a lista de filmes em exibição, acesse mostrasururu.com.br.

 

Por Isabela Souza

Veículos de Alagoas têm até essa semana para conseguir redução no IPVA

Por Isabela Souza,

Automóveis com kit GNV no estado podem ter até 54% de redução na alíquota de 2019 e maior economia em comparação a combustíveis líquidos

Com a aproximação do fim de 2018, os motoristas de Alagoas têm ainda mais chances de garantir economia para o ano que se inicia. Com a redução de até 54% no imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) 2019 concedido a veículos que fazem uso do gás natural veicular (GNV), agora é o momento mais propício para que proprietários adaptem seus automóveis para o uso do energético.

Segundo a Instrução Normativa Nº 22/2018 da Sefaz/AL, quem usa GNV passa a ter uma alíquota de apenas 1,5% do valor do seu automóvel e chega a economizar entre 45% e 54% no valor do IPVA, a depender da potência do carro. Para a distribuidora de gás natural de Alagoas, a Algás, os condutores que regularizarem o kit GNV ainda em 2018 já contarão com a redução no IPVA do ano que vem.

“Este momento continua sendo o mais apropriado para motoristas adaptarem o veículo que já possuem para o uso do GNV e, assim, já garantir a redução no IPVA de 2019. Como estamos no fim de 2018, quem também comprar seu novo veículo e fazer a adaptação, contará não só com uma pequena parcela de IPVA esse ano, como já estará garantindo a redução no imposto do ano que vem”, explica o gerente comercial da Companhia, Fabio Sousa.

De acordo com a Algás, além desse benefício, outro aspecto que gera um cenário ainda mais econômico é a diferença de rendimento do GNV em comparação aos combustíveis líquidos, como a gasolina e o etanol.

Nos postos de combustíveis de Maceió, de acordo com levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a economia com uso do kit GNV em comparação à gasolina e ao etanol é de 41% a 44%. Só em Alagoas, são mais de 20 mil os veículos que utilizam o combustível alternativo.

Por Isabela Souza

Bordado filé mantém sua tradição através de oficinas de repasse na região lagunar de Alagoas

Por Isabela Souza,

Projeto do Instituto do Bordado Filé, um dos contemplados pelo Edital Algás Social 2017-2018, difunde técnicas do tradicional artesanato e patrimônio cultural de Alagoas

Com o objetivo de dar continuidade à transmissão da tradição do bordado filé na região das lagoas, o projeto do Instituto do Bordado Filé da Região das Lagoas Mundaú Manguaba (Inbordal), “Salvaguarda do filé alagoano”, é um dos contemplados pelo Edital Algás Social 2017-2018 e busca manter o saber-fazer tradicional do ofício através de oficinas de repasse.

Na mão, fios sobre fios envolvem e requerem processos de execução – às vezes complexos – e bastante aperfeiçoamento. Considerado patrimônio cultural imaterial de Alagoas desde 2014, o filé alagoano é passado como herança entre gerações da maioria das residentes das regiões lacunares do estado.

Mas, para que essa tradição perdure, é preciso lutar por ideais. Na Colônia de Pescadores do Pontal da Barra, Petrúcia Lopes, presidente do Inbordal e uma das oficineiras do projeto “Salvaguarda do filé alagoano”, faz a sua parte e realiza o trabalho de repasse com artesãs, da adolescência até a terceira idade, de forma a reeducar a prática operacional do ofício.

Segundo Petrúcia, nas oficinas, que também são realizadas nos municípios de Santa Luzia do Norte e Marechal Deodoro através do projeto, as aulas são ministradas resgatando pontos esquecidos e melhorando a qualidade de acabamento bem como a confecção da malha pequena. “Com isso, podemos aumentar a percepção de mercado nas peças acabadas de forma diferenciada”, diz Petrúcia.

Para a Algás, a diversidade de expressões de cidadania, como no projeto “Salvaguarda do filé alagoano”, manifesta a responsabilidade social que sempre esteve presente nos planos da Companhia. “As iniciativas beneficiadas pelo Edital Algás Social são focadas no incremento dos indicadores sociais de Alagoas, na certeza de que o resultado alcance o desenvolvimento sustentável, que deve ser encarado de forma abrangente pelas práticas e políticas sociais”, declara o diretor presidente da Distribuidora, Arnóbio Cavalcanti.?

Por Isabela Souza

Fornecimento de gás natural para indústria e postos de combustíveis em Maceió será interrompido na tarde deste sábado (8)

Por Isabela Souza,

Distribuição será retomada no domingo (9) pela manhã; parada acontece para relocar gasoduto que está no trecho da obra do viaduto na antiga rotatória da PRF

Entre as 16h de sábado (8) e as 10h de domingo (9), os postos de combustíveis e algumas indústrias de Maceió terão o fornecimento de gás natural interrompido. A parada programada na distribuição do combustível acontece em função das obras do viaduto da antiga rotatória da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Tabuleiro dos Martins, parte alta da cidade.

De acordo com a distribuidora alagoana de gás natural, a Algás, a interrupção no fornecimento não afetará consumidores residenciais ou comerciais da cidade. A suspensão da distribuição é necessária para dar continuidade às atividades de relocação do gasoduto instalado no local. Os postos de combustíveis que fornecem o gás natural veicular (GNV) e as indústrias impactadas já foram informados sobre a ação.

A Algás se coloca à disposição dos seus clientes e de toda a sociedade para atendimento gratuito e 24 horas pelo número 117.

Por Isabela Souza

Arnóbio Cavalcanti é eleito vice-presidente do Conselho de Administração da Abegás

Por Isabela Souza,

Diretor presidente da distribuidora de gás natural de Alagoas ocupará o cargo na Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado

O diretor presidente da distribuidora de gás natural de Alagoas (Algás), Arnóbio Cavalcanti, foi eleito vice-presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás). O anúncio aconteceu nesta quarta-feira (5), na sede da Associação, no Rio de Janeiro.

Arnóbio irá compor o Conselho de Administração da instituição junto a Nelson Roseira Gomes Neto, presidente da Companhia de Gás de São Paulo, que também foi eleito o novo presidente do Conselho, cuja gestão irá até 2020.

Para a Algás, a eleição de Arnóbio para a vice-presidência da Abegás significa um reconhecimento pelo desempenho do seu trabalho, além de demonstrar a importância da distribuidora alagoana no cenário brasileiro do gás natural. A Companhia é considerada umas das maiores fornecedoras do combustível para residências, fora do eixo Rio–São Paulo.

Segundo Arnóbio, com a eleição, Alagoas terá participação mais efetiva na agenda estratégica da Abegás de 2019, em um ambiente de perspectivas de redefinições para a Indústria do Gás no Brasil. “A Algás acompanhará ainda mais de perto os diversos segmentos dessa indústria, além de incorporar as experiências exitosas de prática de gestão das diversas distribuidoras de gás do Brasil”.

Alguns dos grandes desafios do Conselho de Administração da Abegás para os próximos anos são “monitorar o projeto de lei n. 6.407/2013, que se encontra no Congresso Nacional, conhecido como a Nova Lei do Gás; acompanhar as novas diretrizes do novo governo no tocante política de petróleo e gás do país; acompanhar o desenvolvimento da Chamada Pública Internacional visando à compra de gás, para compra coletiva das distribuidoras do Nordeste, entre outros”, observa o diretor presidente da Algás.

Arnóbio Cavalcanti, diretor presidente da Algás desde 2015, é graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e doutor em Economia pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, na França.

 

Por Isabela Souza

Foto: Thomaz Japiassú

Campanha “Calçada Verde” ganha prêmio de publicidade em Alagoas

Por Isabela Souza,

Filme produzido pela agência alagoana Six Propaganda com o Estúdio Didalí foi vencedor na categoria “VT Institucional” do prêmio Guerreiros da Criação

O filme do projeto “Calçada Verde” foi premiado na noite dessa terça-feira (4), durante o 25º Prêmio Guerreiros da Criação, a premiação dos melhores da produção publicitária em Alagoas. O prêmio é uma realização do Pajuçara Sistema de Comunicação (PSCOM).

Entre as peças publicitárias e trabalhos de estudantes inscritos, está o filme “Calçada Verde”, o vídeo vencedor da noite na categoria “VT Institucional”, produzido pela agência Six Propaganda com o Estúdio Didalí para a campanha homônima da distribuidora alagoana de gás natural, a Algás. Ao todo, oito vídeos foram premiados em oito categorias.

Para sensibilizar sobre o projeto “Calçada Verde” e engajar a população, no filme, os personagens Emílio e Cremilda se conhecem por meio de um aplicativo de relacionamento, mas não podem se encontrar, pois ele é uma espiga de milho que estoura no calor e ela é um sorvete que derrete sob o sol.

Desolados, os dois encontram a solução para o problema ao assistir a um comercial de televisão que informa sobre o plantio de árvores nas calçadas da cidade. Assim, eles vencem o vilão da história, o sol. Junto com as árvores, vêm a sombra, o frescor e o tão desejado encontro.

Algás Calçada Verde

Sombra, ar fresco, uma paisagem mais verde, bonita e muita qualidade de vida. Com esses benefícios, o “Algás Calçada Verde”, projeto desenvolvido pela Algás desde 2017 com apoio do Instituto do Meio Ambiente (IMA-AL), vem se consolidando e ainda encantando cada vez mais os moradores de Maceió.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o índice de arborização ideal de uma cidade é de 12m² por habitante. Em Maceió, a arborização é de apenas 4m². A campanha, que continua em ação em toda a cidade de Maceió, destaca a importância da arborização urbana e consiste no plantio de até duas árvores na calçada de cada cliente da Algás que fizer a solicitação através do número 117 (ligação gratuita) ou do hotsite www.algas.com.br/calcadaverde.

 

Por Isabela Souza

Oficinas ensinam teoria e prática do audiovisual em comunidade rural de Arapiraca

Por Isabela Souza,

Projeto da Associação dos Artistas de Massaranduba, um dos vencedores do Edital Algás Social 2017-2018, transmite conhecimentos sobre o universo cinematográfico

Desenvolver ações de fomento, produção e difusão do audiovisual no município de Arapiraca, na perspectiva da economia criativa e da transformação social a partir da formação de jovens. Esse é o objetivo do projeto “Navi nas Comunidades”, da Associação dos Artistas de Massaranduba.

Contemplada pelo Edital Algás Social 2017-2018, a iniciativa, desde julho deste ano, vem promovendo a diversidade cultural através da realização de cinco oficinas teóricas e práticas de formação audiovisual na comunidade rural de Arapiraca. Linguagem cinematográfica, roteiro, fotografia, som e música para cinema, edição e montagem, pré-produção, produção e pós-produção foram alguns dos assuntos trabalhados com os estudantes em cinco localidades do município. As oficinas e os trabalhos dos jovens resultarão na produção de cinco curtas-metragens.

Para Shirlei Silva, diretora da Escola de Ensino Fundamental Deputado José Pereira Lúcio, uma das instituições da comunidade rural que recebeu o ciclo de oficinas, o projeto “Navi nas Comunidades” é uma oportunidade de os integrantes dessa comunidade conhecerem mais sobre a linguagem audiovisual, passando a produzir e realizar filmes para que possam ser “escutados e vistos”.

“Esses jovens já estão inseridos no mundo tecnológico. Nós tínhamos uma necessidade de aulas que envolvessem tecnologia, como modo de ajudar os alunos a obter senso crítico para agregar valores a sua própria comunidade”, declara a diretora.

Segundo o realizador audiovisual e um dos oficineiros do projeto, Leandro Alves, a primeira fase foi composta por ciclos de oficinas em diferentes instituições de Arapiraca. Já a segunda parte contará com a realização da “Mostra Navi nas Comunidades”, em que serão exibidos os cinco filmes produzidos ao longo das oficinas.

“A mostra tem como objetivo a interação entre os realizadores e o público, com debates e discussões sobre as experiências proporcionadas pelas oficinas”, explica Leandro.

O trabalho que vem sendo desenvolvido pela Associação dos Artistas de Massaranduba nas comunidades rurais de Arapiraca, segundo a distribuidora alagoana de gás natural, a Algás, traduz o valor que a inovação e a arte têm para a Companhia.

“Levar o conhecimento do audiovisual e o apoio da Algás para áreas de difícil acesso no interior de Alagoas reforça a importância que a Companhia dá às nossas vivências sociais contemporâneas, com a produção de informação coletiva e compartilhada por integrantes dessas comunidades, gerando valor, autonomia e empoderamento nessas populações”, destaca o diretor presidente da Distribuidora, Arnóbio Cavalcanti.

 

Por Isabela Souza

Motoristas alagoanos validam economia com uso do gás natural veicular

Por Isabela Souza,

Pessoas que aderiram à campanha “GNV é Mil” relatam suas experiências com gás natural e economia

Já pensou poder economizar entre 40% e 45% com combustível e ainda receber um bônus de R$ 1.000,00 por isso? Ações de incentivo à adaptação do veículo para o gás natural veicular, como a campanha “GNV é mil” da distribuidora alagoana do gás canalizado, a Algás, têm gerado grandes oportunidades para que consumidores em Alagoas percebam a economia com combustível em seus orçamentos no fim do mês.

O assistente financeiro Tayrone Power foi um dos primeiros motoristas beneficiados pela ação. Segundo ele, a economia e a praticidade foram dois dos atrativos que o motivaram a migrar para o combustível. “Recentemente fiz uma viagem a Recife, depois ter feito a adaptação para o GNV. A diferença é absurda, nem se compara. Fui e voltei e gastei só com R$ 100,00 em combustível”, conta.

Já o aposentado Ivan Barreto explica que aderiu à campanha por conta do custo-benefício. “Quando teve aquela crise do abastecimento de combustíveis nos postos, eu passei a ficar mais atento ao GNV. Vi que o fornecimento era mais seguro, constante. Então quando lançou a promoção, fui logo aproveitar. Com o GNV mais econômico que os outros combustíveis e o desconto no abastecimento que a promoção oferece, compensa o investimento na instalação”, relata o aposentado, que pesou bem todos os custos na hora da decisão.

“Não é fácil tomar a escolha porque é um investimento, mas vale a pena. O kit de 5ª geração é moderno e sinto a mesma potência no meu carro. Eu rodo muito no meu dia a dia e, desde a adaptação, sinto que os gastos diminuíram bastante, em torno de uns 40%”, diz o aposentado. Quando perguntado se indicaria o GNV, ele responde: “Com certeza! Estou muito satisfeito e sempre falo sobre ele”.

GNV é mil

Com a campanha “GNV é mil” da Algás, os primeiros 150 motoristas de Alagoas que instalarem o kit a partir da 5ª geração com cilindros novos em seus veículos recebem um bônus de mil reais da Companhia. O regulamento completo da campanha, assim como a lista de oficinas autorizadas a realizar o serviço de adaptação de veículos para o uso do GNV, estão disponíveis no site: algas.com.br/gnv.

Por Vitória de Alencar e Isabela Souza

Oferta Pública de Volumes Adicionais de Gás Natural de Curto Prazo Nº 06/2018

Por Vitória de Alencar,

A Algás tem a satisfação de informar que realizará a convocação relativa à Oferta Pública de Volumes Adicionais de Gás Natural de Curto Prazo nº 06/2018, disponibilizando para comercialização de volumes de gás natural sob a modalidade de Curto Prazo, por meio de “Contrato de Compra e Venda de Volumes Adicionais de Gás Natural de Curto Prazo”, com tarifa mais competitiva que as atualmente praticadas para o segmento industrial.

Os volumes adicionais serão ofertados para o período de 01/12/2018 a 31/12/2018, constituindo oportunidade de aquisições de gás natural para aqueles que desejam ampliar o volume consumido.

Os interessados em adquirir novos volumes de gás natural deverão atender às instruções estabelecidas no Edital Oferta Pública de Volumes Adicionais de Gás Natural nº 06/2018.

Poderão participar desse processo apenas os clientes industriais da Algás, com Contrato de Compra e Venda de Gás Natural na modalidade Firme Inflexível firmado e adimplentes com a Companhia.

Quaisquer dúvidas poderão ser dirimidas através do seguinte contato eletrônico: gesc@algas.com.br

Clique para acessar:

Edital Oferta Pública de Volumes Adicionais de Gás Natural 06/2018
Anexo I – Termo de Habilitação
Anexo II – Proposta de Compra de Gás Natural de Curto Prazo
Anexo III – Contrato de Compra e Venda de Volumes Adicionais de GN de Curto Prazo
Lista de Habilitados 06/2018

Seminário sobre setor cerâmico discute desenvolvimento da indústria em Alagoas

Por Isabela Souza,

Apoiado pela Algás, 6º Seminário do Setor Cerâmico em Alagoas fortalece segmento reunindo estudantes, empresários e profissionais da indústria

Com o apoio da distribuidora alagoana de gás natural, a Algás, o Sindicato da Indústria de Cerâmica do Estado de Alagoas (Sindicer-AL) e a Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea)  promovem a sexta edição do Seminário do Setor Cerâmico, que acontece nesta terça-feira (27), no auditório da Casa da Indústria Napoleão Barbosa, localizado no bairro do Farol, a partir das 8h.

Reunindo profissionais do segmento, empreendedores e representantes de entidades, o evento tem como objetivo promover o intercâmbio de experiências entre os empresários de microempresas e empresas de pequeno porte da indústria cerâmica alagoana. Nesta edição, as palestras do Seminário discorrerão sobre assuntos voltados à indústria da Construção Civil e sistemas utilizados em automação e gerenciamento industrial.

Para o diretor presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti, o diálogo entre os profissionais do setor é fundamental para o bom funcionamento da indústria em Alagoas, bem como para enxergar oportunidades e novos investimentos industriais no Estado.

“O setor da cerâmica passa por um processo de modernização e, a partir de eventos como o 6º Seminário, as indústrias e os dirigentes ligados ao setor podem buscar por soluções na melhoria da qualidade do produto e do meio ambiente,” expõe Cavalcanti, enfatizando ainda a importância do uso do gás natural como ponto estratégico para o desenvolvimento sustentável de Alagoas.

“O gás natural continua sendo a principal fonte de energia do setor cerâmico em Alagoas e a Algás está pronta para atender as novas indústrias desse segmento que venham a se instalar na região. Elas possibilitarão um aumento de produção e, consequentemente, um maior desenvolvimento para essa indústria que só tende a crescer em termos de relevância na economia alagoana”, conclui o diretor presidente.

As inscrições para o 6º Seminário do Setor Cerâmico em Alagoas podem ser feitas através do link: bit.ly/2RVTxFD.

 

Por Isabela Souza

 

Gás natural é um dos temas do Simpósio da Construção Civil

Por Isabela Souza,

Gerente comercial da Algás apresentará palestra para estudantes e profissionais sobre o combustível no cotidiano e no mercado de trabalho

Com o propósito de gerar intercâmbio de ideias entre as várias áreas de atuação da Engenharia Civil, estudantes do Centro Universitário Cesmac promoverão, nos dias 23 e 24 de novembro, o 25º Simpósio da Construção Civil (SICC), no auditório do Norcon Empresarial, no bairro de Mangabeiras. O evento contará com a participação da distribuidora de gás natural de Alagoas, a Algás, além de minicursos e outras apresentações que abordarão temas diversos do ramo da construção civil em Alagoas.

O engenheiro e gerente comercial da Distribuidora, Fabio Sousa, participará do evento neste sábado (24), a partir das 8h. Sua palestra, com o tema “O gás natural no dia a dia dos alagoanos”, tratará da presença do combustível no cotidiano do consumidor e do profissional da construção civil, com o objetivo de sensibilizar todos os presentes sobre o importante papel que a Companhia exerce no desenvolvimento sustentável de Alagoas.

“A distribuição de gás natural no estado funciona como vetor estratégico para o desenvolvimento. Além de discutir essa vantagem, outros benefícios e características do combustível serão abordados”, explica Sousa, que destacará também a importância do gás natural num contexto mundial.

“O gás natural, ao assegurar uma redução de emissões de poluentes na atmosfera, revela-se como o combustível do futuro, que contribui para o desenvolvimento sustentável na sociedade. Desse modo, muitos desses futuros engenheiros, tanto os da área técnica quanto os de gestão, contarão com o energético no dia a dia do mercado”, conclui.

Para mais informações sobre a programação e como participar da vigésima quinta edição do SICC, acesse www.sicc.eng.br.

 

Por Isabela Souza

Foto: Flávia Correia

Veículos com GNV em Alagoas contarão com redução no IPVA de 2019

Por Isabela Souza,

Média de 50% de redução na alíquota e maior economia em comparação a combustíveis líquidos estão entre as vantagens do uso do gás natural veicular

A redução no imposto sobre a propriedade de veículos automotores, o IPVA, concedida aos veículos movidos a gás natural veicular (GNV) em Alagoas, vem gerando um cenário favorável para que motoristas façam a adaptação de seus carros para o uso do GNV. Para garantir o desconto na alíquota do IPVA 2019, este é o momento mais propício para os proprietários adaptarem seus automóveis.

De acordo com a Instrução Normativa Nº 22/2018 da Sefaz/AL, quem usa GNV passa a ter uma alíquota de apenas 1,5% do valor do seu veículo, e chega a economizar entre 45% e 54% no valor do IPVA, a depender da potência do carro. O gerente comercial da Algás, Fabio Sousa, explica que os consumidores que adquirirem o kit GNV ainda esse ano já contarão com a redução no IPVA de 2019.

“Como estamos nos encaminhando para o fim de 2018, quem comprar seu veículo e adaptá-lo para o uso do gás natural veicular ou simplesmente adaptar o automóvel que já possui, contará não só com uma pequena parcela de IPVA esse ano, como já estará assegurando o desconto no imposto do ano de 2019”, esclarece o gerente.

Além dessa vantagem, para a Distribuidora, outro aspecto que provoca ainda mais economia é a diferença de preço e rendimento do GNV em comparação à gasolina e ao etanol.

Nos postos de combustíveis de Maceió, segundo o levantamento feito na última semana pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a economia com uso do kit GNV em comparação aos combustíveis líquidos é de 40% a 45%. Só em Alagoas, são mais de 20 mil os veículos que utilizam o combustível alternativo.

GNV é mil

Ações de incentivo à adaptação do veículo para o gás natural veicular, como a promoção “GNV é mil”, da Algás, têm gerado mais oportunidades para que consumidores em Alagoas percebam a economia com combustível em seus orçamentos. Segundo a campanha, os primeiros 150 motoristas do estado que instalarem o kit a partir da 5ª geração com cilindros novos receberão um bônus de mil reais da Distribuidora.

O regulamento completo da campanha “GNV é mil”, assim como a lista de oficinas autorizadas a realizar o serviço de adaptação de veículos para o uso do GNV, estão disponíveis no site algas.com.br/gnv.

Por Isabela Souza