Algás reafirma compromisso com desenvolvimento de Alagoas

Por Isabela Souza,

Relatório de Administração da Distribuidora destaca crescimento na captação de clientes e interiorização do desenvolvimento no estado em 2017

 

Dois mil e dezessete foi um ano de crescimento contínuo para a distribuidora de gás natural de Alagoas, a Algás. Segundo o relatório de administração da Companhia, no ano passado, as soluções eficazes na distribuição do combustível continuaram impulsionando o desenvolvimento econômico e promovendo a integração energética no estado.

Um dos números que representam o desempenho crescente da Algás é o de clientes de geração e cogeração de energia em Alagoas. Com o cenário nacional de energia elétrica instável, e a possibilidade de eventuais falhas no suprimento e aumento dos custos ao consumidor,  ,a garantia do fornecimento contínuo de gás natural é um benefício que amplia a vantagem competitiva de seus usuários no mercado. E foi justamente nesse segmento de geração e cogeração de energia que a Distribuidora ampliou as vendas em 2017, com 37% de aumento de volume de venda de gás natural em relação ao ano anterior e cerca de 20% em número de clientes.

Já no setor residencial, o gás natural está presente em quase todos os bairros de Maceió. Em 2017, as diversas aplicações do combustível chegaram a mais de 47 mil unidades residenciais. Desse modo, em comparação a 2016, o segmento viu um crescimento de 7,9% no volume de combustível distribuído e 6,4% em número de usuários.

Segundo o relatório, o avanço territorial da rede de distribuição de gás natural por Alagoas também merece destaque. A finalização das obras do Gasoduto Penedo-Arapiraca e a obra de duplicação do Gasoduto Pilar-Marechal Deodoro têm impulsionado a captação de novos clientes e possibilitará a distribuição de cerca de 1,3 milhão m³/dia a mais de gás natural para as regiões do estado por onde os empreendimentos passam.

“Projetos como esses objetivam a interiorização dos serviços de gás canalizado e a segurança energética aos seus usuários, ampliando as fronteiras geográficas do gás natural e, assim, garantindo a disponibilidade desse combustível estratégico para o desenvolvimento de Alagoas”, destaca o diretor presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti.

 Perspectivas e desafios

O Balanço também aponta as expectativas da Algás em relação ao seu volume de vendas nos próximos cinco anos. Com o objetivo de superar o patamar de 700 mil m³/dia nesse período, a Distribuidora reafirma o compromisso com a integração energética e o desenvolvimento de Alagoas.

“Para esse alcance, será necessária a busca incessante pela diversificação dos mercados consumidores do gás natural, como, por exemplo, usuários com possibilidade de utilizar geração e cogeração de energia, aliada à ampliação da Rede de Distribuição de Gás Natural (RDGN) e o processo de interiorização do desenvolvimento”, declara o diretor técnico e comercial da Companhia, Flávio Barros.

Exemplo em modelo organizacional

Para a Algás, uma empresa de economia mista que tem como acionistas o Estado de Alagoas, a Gaspetro e a Mitsui Gás e Energia do Brasil, o seu bom desempenho é fruto de um modelo de gestão eficiente que favorece a produtividade organizacional e a busca por efetivos resultados mercadológicos.

“A integração entre os acionistas da Companhia, o foco no desenvolvimento humano da equipe e a busca pela melhoria e inovação dos processos de gestão fazem da Algás uma empresa que está sempre pronta para contribuir com o desenvolvimento sustentável de Alagoas”, afirma Cavalcanti.

 

Por Isabela Souza