Algás prepara chamada pública para suprimento de gás natural

Por Isabela Souza,

A iniciativa, coordenada entre sete distribuidoras do Nordeste, objetiva definir condições comerciais mais favoráveis de fornecimento de gás natural canalizado

 

A distribuidora de gás natural de Alagoas, a Algás, lançará na próxima terça-feira (14), uma chamada pública para recebimento de propostas para futura compra de gás natural. Segundo informações da Distribuidora, o propósito é diversificar as fontes supridoras e entregar melhores condições mercadológicas para os usuários de gás canalizado do estado.

A Companhia alagoana atende mais de 48 mil clientes, em 7 cidades, e possui mais de 500 quilômetros de rede de distribuição, com uma média de 680 mil metros cúbicos consumidos por dia. A região do Nordeste, fora do eixo Rio–São Paulo, possui o maior mercado do setor, o que pode atrair a atenção de diversos players nacionais e internacionais da cadeia produtiva do gás natural. Qualquer produtor, importador, ou agente comercializador pode participar da chamada pública, a ser lançada com documentos em português e inglês. Além de Alagoas, as distribuidoras da Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe (Bahiagás, Cegás, Pbgás, Copergás, Potigás e Sergás, respectivamente) também fazem parte da ação.

“Essa iniciativa acontece em decorrência do reposicionamento estratégico da Petrobras, que abrange uma política de desinvestimentos e redução gradual da sua participação na cadeia de gás natural”, explica o diretor presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti. De acordo com ele, a partir dessa remodelação, a Companhia busca alternativas de suprimento que propiciem condições comerciais mais favoráveis ao mercado, estimulando a competição no suprimento da molécula.

Apesar de ser elaborada de forma coordenada, a chamada pública não resultará numa compra conjunta de gás natural. Cada companhia lançará o seu próprio edital e realizará a aquisição de forma individual. As informações sobre a iniciativa da distribuidora alagoana, que estará disponível a partir do dia 14 desse mês, poderão sem encontradas no site da Algás em www.algas.com.br.

Texto: Isabela Souza

Foto: Luiz Vaz