Algás apresenta chamada pública a potenciais fornecedores de gás natural

Por Isabela Souza,

Iniciativa para suprimento do combustível busca atrair condições comerciais mais favoráveis ao mercado

Uma ação coordenada entre 12 distribuidoras de gás canalizado do Brasil está prestes a fazer história no setor energético nacional. A chamada pública de compra de gás natural, apresentada a empresas nacionais e internacionais de óleo e gás, na última terça-feira (21), no Rio de Janeiro, já proporciona impactos positivos no mercado, podendo beneficiar Alagoas e os usuários de gás canalizado do Estado.

De acordo com informações da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), o evento recebeu inscrições de representantes de 37 possíveis supridores, entre players nacionais e internacionais como Engie, Exxon, Gazprom, Petrochina, Shell e Total.

Com o movimento, a distribuidora alagoana de gás canalizado, a Algás, busca diversificar as fontes supridoras e propiciar melhores condições de mercado para seus clientes. Atualmente, a Companhia compra gás apenas de um único supridor, a Petrobras. No entanto, com a chamada pública, a Distribuidora pretende adquirir até 700 mil m³/dia de gás natural e oferecer uma tarifa módica aos usuários do combustível em Alagoas.

Segundo o diretor presidente da Algás, Arnóbio Cavalcanti, a chamada pública surge como consequência do mais recente reposicionamento estratégico da Petrobras. “Diante do arranjo da estatal, que abrange uma política de desinvestimentos e redução gradual da sua participação na cadeia de gás natural, o movimento da Companhia mostra-se de extrema importância, já que buscamos alternativas de suprimento do combustível que forneçam melhores condições comerciais ao setor de distribuição”, explica Arnóbio.

A distribuidora alagoana atende mais de 48 mil clientes, em 7 cidades, e possui mais de 500 quilômetros de rede de distribuição, com uma média de 680 mil m³ consumidos por dia. A região do Nordeste, fora do eixo Rio–São Paulo, possui o maior mercado do setor, o que pode atrair a atenção de diversos agentes de mercado da cadeia produtiva do gás natural.

Qualquer produtor, importador, ou agente comercializador pode participar da chamada pública. As informações sobre a iniciativa podem ser encontradas no edital, disponível em português e inglês no site da Algás: www.algas.com.br.

 

Por Felipe Guimarães e Isabela Souza